Archive for Janeiro 2014

Era bom que trocássemos umas ideias sobre o assunto




«Este livro contém particularidades irritantes para os mais acostumados. Ainda mais para os menos. Tem caricaturas. Humores. Derivações. E alguns anacolutos.»


Mário de Carvalho convoca-nos a todos. A nós e aos nossos conhecidos. Faz humor com ilusões e desilusões, amores e desamores, graças e desgraças. O Partido Comunista não escapa à ironia. Brilha a deslumbrante Lisboa, mas também outros locais e endereços. 

Eduarda Galvão é o protótipo da jovem jornalista. Jorge de Matos o professor cansado. Joel Strosse o pairar da esperança enquanto há vida. Entram outros burgueses, mais tímidos, mais atrevidos, mais abertos, mais recolhidos. 

O leitor reconhece-os facilmente, olhando em volta. Políticas também há algumas, bandeiras rubras, livros nas bibliotecas, uma revolução que entardeceu. Comparece o rio magnífico que Lisboa tem. E, já agora, que tal trocarmos umas ideias sobre o assunto?




Mário de Carvalho nasceu em Lisboa em 1944. O seu primeiro livro, Contos da Sétima Esfera, causou surpresa pelo inesperado da abordagem ficcional e pela peculiar atmosfera, entre o maravilhoso e o fantástico.

Desde então, tem praticado diversos géneros literários, percorrendo várias épocas e ambientes, sempre em edições sucessivas. Nas diversas modalidades de Romance, Conto e Teatro, foram atribuídos a Mário de Carvalho os prémios literários portugueses mais prestigiados (designadamente os Grandes Prémios de Romance, Conto e Teatro da APE, o prémio do Pen Clube e o prémio internacional Pégaso). Os seus livros encontram-se traduzidos em várias línguas.

Posted in , , | Leave a comment

Espero por ti



«Jennifer Armentrout prova que os autores de livros digitais não só podem competir com os grandes, como ganhar-lhes». Forbes


Candidatar-se a uma faculdade a centenas de quilómetros de casa foi a única forma que Avery Morgansten, de dezanove anos, encontrou para fugir ao acontecimento fatídico que, cinco anos antes, mudara a sua vida para sempre. No entanto, quando se cruza com Cameron Hamilton, um colega mais velho, com um metro e oitenta de altura e uns olhos capazes de derreter qualquer uma, o seu mundo estilhaça-se por completo. 

Envolver-se com ele é perigoso, mas ignorar a tensão entre os dois parece impossível. Até onde estará Avery disposta a ir e o que fará para esquecer o passado e viver aquela relação intensa e apaixonada, que ameaça ruir todas as suas certezas e dar-lhe a conhecer um mundo de sensações que julgava estarem-lhe negadas para sempre?

.

 




Jennifer Armentrout, autora bestseller do New York Times e do USA Today, vive em Martinsburg, na Virgínia Ocidental. Para além de literatura romântica, escreve livros de ficção científica e fantasia. Espero por ti, inicialmente publicado em edição de autor no formato eletrónico, alcançou um feito inédito ao obter o 1.º lugar dos tops norte-americanos de livros digitais, superando as vendas de e-books de autores conhecidos e consagrados.

Mais informações sobre a autora em www.jenniferarmentrout.com




Posted in , , | 1 Comment

Legend





«A verdade torna-se lenda


Outrora conhecida como a costa ocidental dos Estados Unidos, a República é agora uma nação em guerra permanente com as vizinhas, as Colónias. Nascida numa família de elite num dos distritos mais abastados da República, June, aos quinze anos, é um prodígio militar. 

Obediente, entusiasmada e dedicada ao seu país, está a ser aperfeiçoada para fazer parte dos círculos mais elevados da República. Nascido num dos bairros de lata do Setor Lake da República, Day, também com quinze anos, é o criminoso mais procurado da República. 

Mas talvez os seus motivos não sejam tão maliciosos quanto parecem. Pertencendo a mundos muito diferentes, não há motivo algum para que os caminhos de June e Day se cruzem - até ao dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado, e Day se torna o principal suspeito. 

Agora, apanhado no derradeiro jogo do gato e do rato, Day corre pela sobrevivência da sua família, enquanto June tenta desesperadamente vingar a morte do irmão. Contudo, numa reviravolta chocante, os dois descobrem a verdade daquilo que verdadeiramente os levou a encontrarem-se, e a que ponto a nação de ambos está disposta a chegar para manter os seus segredos. Repleto de ação imparável, suspense e romance, o fascinante primeiro romance de Marie Lu irá certamente comover e arrebatar os leitores.

.

 



Marie Lu nasceu em Wuxi, China em 1984.

Tem uma especial predileção por livros de distopias.


Actualmente é escritora a tempo inteiro. Foi "art director" numa empresa video jogos.

Formou-se em University of Southern California em 2006 e vive nos LA.




Posted in , , | Leave a comment

Opinião: Um grito de ajuda


 


Quando viu os seus amigos pela última vez? 

Dave Lewis é um homem assombrado pelo seu passado. Entre a morte do irmão, o desgosto dos pais e o afastamento de Tori, a sua ex-namorada, Dave tenta convencer-se de que não tem contas a ajustar com o seu passado. 


Quando um assassino persegue várias mulheres, as rapta e se faz passar por elas, enviando mensagens e e-mails a familiares e amigos das vítimas, Dave Lewis é o principal suspeito depois de Tori aparecer morta. Mas Sam Currie, o agente responsável, parece acreditar na sua inocência. Resta-lhes descobrir o perigoso assassino e o que fariam para salvar os seus entes queridos.





Steve Mosby no seu melhor...
Gostei do puzzle apresentado, da complexidade, da forma como o enredo evoluiu e nos foi apresentado.
Uma história onde a lealdade, o amor e a amizade são colocados à prova. As relações humanas entre as personagens são a espinha dorsal que dá a consistência que um livro destes exige. Sem grandes floreados, a vida como se nos apresenta, um policial autêntico.

Quer se queira quer não "o homem é um ser social", as teias sociais criadas entre o indivíduo e os seus pares são a base da nossa existência, e este é o mote desta história.

Steve Mosby optou por não seguir apenas uma das personagem, mas antes dar-nos uma perspectiva múltipla de toda a história, saltando de personagem em personagem. Esta mecânica é fácil de interiorizar logo nos primeiros capítulos. 

Num registo um pouco distinto do seu outro (grande) livro "O Assassino 50/50", mas na minha modesta opinião este livro superou o outro.

A escrita apresenta-se inteligente e consistente mostra-nos um autor com um potencial invejável de surpreender o leitor.

As personagens apresentam-se credíveis e cativantes. Sobressai um ar sombrio em cada um deles. Gostei do detalhe elaborado na construção da cumplicidade entre os dois detectives, muito bem conseguida. São pequenos detalhes que fazem grandes obras.

O autor jogou com o passado dos seus personagens de uma forma inteligente criando uma expectativa crescente e deixando no ar vários possíveis desfechos para o final. Confesso que não consegui antecipar o final que o autor escolheu, o que me deixou profundamente satisfeito.
Posso garantir é um excelente livro.

Posted in , | Leave a comment

Vida Roubada






««Localizado na Coreia do Norte, este thriller literário sobre um homem que ousa procurar a liberdade no regime repressivo é ambicioso, violento, audacioso... e incrivelmente bom.»
— O: The Oprah Magazine


Jun Do é o filho atormentado de uma cantora misteriosa e de um pai dominante que gere um orfanato. É nesse orfanato que tem as suas primeiras experiências de poder, escolhendo os órfãos que comem primeiro e os que são enviados para trabalhos forçados. Reconhecido pela sua lealdade, Jun Do inicia a ascensão na hierarquia do Estado e envereda por uma estrada da qual não terá retorno.

Considerando-se “um cidadão humilde da maior nação do mundo”, Jun Do torna-se raptor profissional e terá de resistir à violência arbitrária dos seus líderes para poder sobreviver. Mas é então que, levado ao limite, ousa assumir o papel do maior rival do Querido Líder Kim Jon Il, numa tentativa de salvar a mulher que ama, a lendária atriz Sun Moon.

 Em parte thriller, em parte história de amor, Vida Roubada é um retrato cruel de uma Coreia do Norte dominada pela fome, corrupção e violência. Mas onde, estranhamente, também encontramos beleza e amor.

 


Adam Johnson ensina escrita criativa na Universidade de Stanford.

A sua ficção tem aparecido nas revistas Esquire, The Paris Review, Harper’s, Tin House, Granta, e Playboy, bem como em The Best American Short Stories. A sua obra inclui Emporium, uma coletânea
de contos, e o romance Parasites Like Us. Vive em São Francisco.



Posted in , , | Leave a comment

A Maldição dos Dain e O Homem Sombra




Título: A Maldição dos Dain     
Autor: Dashiell Hammett
Tradutor: Dora Reis
Págs: 256
Editora: Porto Editora

Título: O Homem Sombra
Autor: Dashiell Hammett
Tradutor: Susana Silva
Págs: 248
Editora: Porto Editora



«Não apenas o primeiro autor de policiais da linha dura, mas também o melhor.»
The Times


A MALDIÇÃO DOS DAIN

Publicado originalmente em 1929, A Maldição dos Dain coloca em cena o detetive privado da agência Continental, nunca tratado pelo seu nome, sempre por Continental Op, nascido num conto da revista Black Mask de 1923 e reaparecido no romance Colheita Sangrenta.


Gabrielle Dain Leggett é uma jovem, bela e rica herdeira, devota da morfina e de cultos religiosos. À sua volta parece existir uma maldição que assassina violentamente os que a cercam. Trata-se de uma maldição familiar ou de facto de algo muito mais humano e perigoso? Obra-prima do suspense, A Maldição dos Dain é um dos casos mais bizarros de Continental Op, um detetive frio e duro, imune às manipulações mas capaz de gestos generosos e salvadores.



O HOMEM SOMBRA

Publicado originalmente em folhetins em 1934, O Homem Sombra é o último romance de Dashiell Hammett, e a passagem ao cinema e à televisão, com enorme êxito, desta história e das suas sequelas tornará famoso o casal de investigadores Nick e Nora Charles.


Uma secretária é assassinada e o suspeito é o seu patrão, famoso e rico investigador científico e antigo cliente de Nick, que desaparece. Uma intricada teia de mentiras, traições e assassínios vai envolver Nick, um famoso detetive particular de origem grega, agora homem de negócios e algo alcoólico, que aceita uma investigação na qual os personagens marcantes são mulheres: belas, vingativas, manipuladoras. 


Mas a ironia e o humor acompanham também esta intriga em que Hammett mantém o mistério e o suspense sempre presentes, com a escrita seca, precisa e realista que o tornou um dos grandes mestres do romance policial moderno.

 


Dashiell Hammett (1894-1961) foi um dos grandes fundadores do romance policial, criador de uma linhagem que inclui todos os grandes nomes modernos do género. Cresceu nas ruas de Filadélfia e foi detetive privado da agência Pinkerton aos 19 anos. Combateu nas duas guerras mundiais. Foi um destacado ativista político duramente perseguido pelo macartismo.


Posted in , , | Leave a comment

Passatempo: Seis Anos Depois







Editoral Presença em parceria com o Blog Livros e Marcadores, oferece um exemplar do livro " Seis Anos Depois"  a um dos participantes neste passatempo. 

- Só são aceites participações de Portugal válidas (respostas correctas)
- Apenas uma participação por pessoa
- São aceites participações até dia 4 Fevereiro de 2014.
- A editora não se responsabiliza por eventuais extravios.



Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.
Informação sobre o livro também aqui

Posted in , | 1 Comment

Seis Anos Depois

Autor: Harlan Coben
Tradutor:  Manuel Alberto Vieira
Págs:288


Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.


«Cada novo livro de Coben é uma razão para celebrar, e um romance tão bom como Seis Anos Depois é motivo de júbilo.»

Huffington Post

FILME: Em desenvolvimento pela Paramount Pictures. Projeto com a colaboração de Tom Rothman e Mark Gordon será protagonizado por Hugh Jackman. Mais informações em:  Aqui 



Passaram seis anos desde que Jake Fisher assistiu ao casamento de Natalie, o amor da sua vida, com Todd Sanderson. Seis anos durante os quais cumpriu a promessa que lhe fizera de não voltar a procurá-la ou a contactá-la. 

Mas quando, por mero acaso, Jake se depara com o obituário de Todd, não consegue impedir-se de ir ao seu funeral. Só que... a viúva que vê não é Natalie. 

Quem quer que seja, a mulher no funeral esteve casada quase vinte anos com Todd e tem dois filhos adolescentes. Jake começa então uma busca pela verdade, pelo seu passado, por Natalie... 

E rapidamente se torna óbvio que andam mais pessoas a tentar encontrá-la...


 



Harlan Coben foi o primeiro autor a vencer os três prémios mais prestigiados da literatura policial nos EUA, o Edgar Award, o Shamus Award e o Anthony Award. A sua obra encontra-se atualmente traduzida em cerca de 41 línguas e conta com mais de 50 milhões de exemplares vendidos. A crítica, desde o New York Times, ao Wall Street Journal ou ao Le Monde, tem-lhe dispensado as mais elogiosas referências. A Presença tem publicado muitos dos seus bestsellers nesta coleção, entre os quais os títulos Falta de Provas, A Verdade nos Olhos e Apenas Um Olhar.





Posted in , , | Leave a comment