Opinião: Deixei-te Ir de Clare Mackintosh





 


 Numa fração de segundos, um acidente trágico faz desabar o mundo de Jenna Gray, obrigando uma mãe a viver o seu pior pesadelo. Nada poderia ter feito para evitar esse acidente.
Ou poderia? Essa é a pergunta que a inquieta quando tenta deixar para trás tudo o que conhece, procurando um novo recomeço refugiada num chalé isolado na costade Gales.

Também o detetive Ray Stevens, responsável pela investigação por este caso que procura a verdade, começa a ser consumido pela sua entrega ao mesmo, deixando a vida pessoal e profissional à beira do precipício.
À medida que o detetive e a sua equipa vão juntando as pontas do mistério, Jenny, lentamente, permite-se vislumbrar uma luz de esperança no futuro, o que lhe dá alguma segurança, mas é o passado que está prestes a apanhá-la, e as consequências serão devastadoras




De um violento acidente resultou a morte de uma criança. 
Este facto alterou uma série de vidas entre outras, obviamente, a da mãe, a do culpado e inclusive a do investigador!

Deixei-te ir é o primeiro livro de Clare Mackintosh, e podemos dizer que começou com o pé direito.
Acresce dizer que a autora tem uma excelente bagagem profissional, tendo ela sido uma inspectora da policia pôde aproveitar e tirar proveito dessa experiência e vertê-la convenientemente no livro.

A sua escrita é fluída, estruturada e eloquente.

Estamos perante um thriller psicológico de alto nível, que vai crescendo e ganhando intensidade na segunda parte.

O livro é-nos apresentado na primeira pessoa por algumas personagens, na 1ª parte, Ray Stevens - o detetive inspetor, e Jenna Gray dividem as cenas. Mas é na segunda parte, quando o enredo fica mais intenso que a estas duas personagens se junta também Ian, e onde podemos apreciar a estupenda e verosímil caracterização de Ian.

Quanto ás personagens:
Para além da personagem principal, Jenna Gray, que foi brilhantemente esculpida. Com tridimensionalidade e coerência incontestáveis. Devo dizer que a personagem que mais me agradou foi Ian! Foi a força incoerente, errática e selvagem que lhe foi transmitida. A manipulação consciente que lhe dava um prazer desconcertante. A mistura entre o sentimento de posse, a imposição de dependência e a necessidade da subjugação quer física quer psicológica de Jenna. Acho que Clare captou uma imagem muito próxima da realidade de um abusador/dominador, e julgo que não erro se disser que foi uma das melhores caracterizações deste tipo de personagens. Acho que a perspectiva, muito genuína, na primeira pessoa, ajudou muito na criação deste efeito.

A única recomendação que faço, é que não leiam a sinopse! Porque uma das belezas desta narrativa está no jogo da descoberta e da incerteza dos papéis atribuídos a cada personagem. Na dúvida que é criada, nas conclusões que tiramos e que posteriormente são colocadas em causa.

Agradavelmente surpreso pela intensidade e caracterização que o livro transporta. Recomendo.

Posted in , , | Leave a comment

#Bookbraggies

Leitura do momento.  Reading time.  #Bookbraggies #bookaddict #bookstagram #book #bookworm #bookaddict #reading #currentlyreading #library #crimefiction #bookofinstagram #booknerd #crimethriller #crimenovel #bookfetish #instbooks  #ilovebooks #bookshelf #mybookshelf #leer #libros #livros #livrosemarcadores  #ler #claremackintosh #marcadoreditora @marcador_editora @claremackintosh

Leave a comment

Leituras de Verão

#Bookbraggies #bookaddict #bookstagram #book #bookworm #bookaddict #reading #currentlyreading #library #crimefiction #bookofinstagram #booknerd #crimethriller #crimenovel #bookfetish #instbooks #fortheloveofreading #ilovebooks #bookshelf #mybookshelf #leer #libros #livros #livrosemarcadores  #read #kanaeminato #SumadeLetras

1 Comment

Passatempo Especial Instagram Verão 2016



- Só são aceites participações de Portugal válidas 
- São aceites participações até dia 31 de Agosto de 2016.
 - A editora não se responsabiliza por eventuais extravios.
- Apenas são permitidas participações de pessoas que não tenham nenhuma relação "privilegiada" com a Editora Planeta


 





Com o apoio da Editora Planeta, e querendo incentivar a leitura este Verão, temos este pack de 3 livros para oferecer neste passatempo.

https://www.instagram.com/paulopires90260/  A participação resume-se a:

1 - Começarem a seguir Livros e Marcadores (se ainda não o tiverem feito) no Instagram, e colocar "gosto" na imagem deste passatempo (aqui).
 


  2 - Preencher o formulário com os vossos dados (apenas terão que fazer este passo a 1ª vez).

3 -Colocar uma foto relacionada com livros neste Verão no Instagram com pelo menos os seguintes Tags* (#livrosemarcadores, #planetaeditora, #passatempoVeraoLM2016) . Tem que ser uma foto "original", ou seja, não copiada. Privilegia-se a imaginação, o bom humor e o sentido de oportunidade.


*Para quem não sabe como se faz: Copiar os Tags e copiá-los para o texto que acompanha a imagem. Pois só assim vamos conseguir acompanhar as vossas participações.

Nota: as fotos poderão posteriormente ser publicadas em qualquer uma das nossas redes sociais para ilustrar as participações deste passatempo.


Link da publicação a partilhar no instagram aqui 

Nota: Cada participante pode concorrer várias vezes. A única limitação é a data: até 31 de Agosto.

Posted in , , , | 1 Comment

Resultado Passatempo: O Segredo de João das Regras de Frederico Duarte Carvalho









O blog Livro e Marcadores e a Editora Planeta agradecem as 189 participações. 

O(a) vencedor(a) foi:  






169 - Candida Margarida Farias de Avelar Dias  - Rio Tinto


Nota: Por motivos de férias pode haver atrasos no envio dos livros.



Parabéns
A equipa do "Livros e Marcadores"

Posted in , | Leave a comment

O Que Ela Deixou de T.R. Richmond



««Viciante.» Sunday Express  
«Extraordinário.» Guardian
«Inteligente e imaginativo.» The Times
«Surpreendentemente moderno.» Sunday Times
«Há muitos thrillers psicológicos, mas este destaca-se. T.R. Richmond agarra o leitor até às últimas páginas.» Glamour
»
 
Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.


Numa manhã gelada, o corpo de Alice Salmon é encontrado a boiar num rio. Cedo se levantam suspeitas sobre a causa da morte. Os exames forenses mostram sinais claros de luta. A notícia da sua morte espalha -se nos meios de comunicação e em comentários nas redes sociais. Todos querem saber o que realmente aconteceu à divertida e inteligente Alice, uma jovem jornalista com sucesso na Internet. Jeremy Cooke, um antigo professor obcecado por Alice, enceta uma investigação particular. Para isso, recorre ao diário de Alice, à sua correspondência, posts em blogues, no Facebook, no Twitter e nas SMS. Com ele, somos levados numa espiral de eventos em que todos, incluindo ele próprio, têm algo a esconder.

Este romance de estreia, um dos mais aclamados thrillers dos últimos tempos, leva-nos ao âmago do amor, da obsessão e da perda.


 
T.R. Richmond é um jornalista britânico que já arrecadou vários prémios. Escreve para diversos jornais locais, regionais e nacionais, revistas e websites. O Que Ela Deixou é o seu romance de estreia, cujos direitos estão vendidos para mais de 20 países

Posted in , , | Leave a comment

Opinião: O Silêncio do Mar de Yrsa Sigurdardóttir





 



Um iate de luxo chega à marina de Reiquiavique sem ninguém a bordo. O que aconteceu à tripulação e à família que seguia nele quando zarpou de Lisboa? Um iate abandonado e uma jovem família desaparecida - um romance policial arrepiante pela pena da rainha do noir nórdico.  

O melhor e mais assustador romance que Sigurdardóttir escreveu até hoje e um bestseller internacional.

.




Um iate de luxo parte de Lisboa com 7 passageiros e chega à marina de Reiquiavique sem ninguém! O que terá acontecido? Thóra, a advogada contratada para accionar o seguro de vida de dois dos passageiros, AEgir e Lara, começa a investigar a verdadeira razão daquele evento misterioso. Mas como provar que alguém morreu se não há corpos?




Yrsa Sigurdardóttir, é para mim uma autora especial. Exímia na arte de surpreender e chocar o leitor desde a primeira à última página. Julgo que o seu poder está na camuflada intensidade das suas palavras. Na flexibilidade e facilidade que tem em recorrer a uma linguagem marcante e incisiva, de uma forma fluída, equilibrada e de astuciosa perícia.


Sempre que leio um livro de Yrsa, ofereço-lhe um olhar atento, atempado e cuidado, pois a sua escrita é das poucas que tem o condão de me conseguir afectar!


Considero a sua escrita profundamente emocional, uma vez que nos compele a abandonar a parte racional, invocando e despertando os nossos instintos naturais. É das únicas autoras que me consegue arrepiar, e isto de uma forma tão subtil que me leva a desarmar e entregar à sua história sem qualquer resistência.


Lembra-me o título de uma conhecida canção de Britney Spears: "Oops!...(She) Did It Again". :)


As 444 páginas, mantêm o leitor literalmente à deriva, uma vez que não conseguimos prever o rumo que a história vai ter. Por mais teorias que formemos todas estão condenadas ao fracasso. Nem mesmo o facto de termos lido alguma obra de Yrsa, não nos dá vantagem na descoberta do rumo que a história leva, bem pelo contrário.


A história é contada com recurso a flashbacks, ora estamos com Thóra a investigar, ora vivemos a turbulenta viagem dos 7 passageiros com AEgir.

A autora consegue assim manipular a percepção do leitor. Efeito muito bem conseguido.


Das personagens, gostei muito de Bella, o episódio da fotocopiadora e o da ligação à internet arrancaram-me alguns sorrisos.


Se me pedissem para definir o livro numa só palavra escolheria a palavra "suspense". 


Nas muitas teorias que formulei durante a leitura, sendo sincero, nenhuma delas se mostrou sequer perto da solução que no final nos foi revelada.  O que para mim enriquece em muito a história. 


Não me agrada conseguir antecipar desde logo o final. Gosto do jogo que um livro providencia, o desafio!, a tentativa de desvendar, com os escassos indícios e pistas, o desfecho. E no fim, gosto de ser surpreendido. É como num truque de magia, durante o qual tentamos descobrir o truque, mas se o logramos, perde todo seu encanto.



Gostei, e recomendo.

Posted in , , | Leave a comment