Opinião: O Samaritano de Mason Cross


 



Após uma noite de tempestade, em Los Angeles, a detetive Jessica Allen é chamada ao local onde houve um deslizamento de terras. O motivo? Uma descoberta macabra: foi encontrado o corpo de uma jovem cujo pescoço foi degolado com um corte invulgar.

No mesmo dia, são descobertos perto daquele local outros dois corpos mutilados de maneira semelhante.  A detetive descobre que se trata da obra de um assassino que opera há mais de dez anos, sem nunca ter sido apanhado. É conhecido como o «Samaritano » e captura jovens desamparadas, cujos carros avariaram, deixando-as paradas e sozinhas na estrada.

É então que Carter Blake aparece para oferecer os seus serviços a esta investigação policial. O secretismo em volta das suas verdadeiras intenções leva a detetive a desconfiar dele. Mas quando o Samaritano prossegue com uma escalada de assassínios, os dois terão de se unir para o deter de uma vez por todas….
. .




Depois de ler O Caçador (Carter Blake #1) fiquei curioso com a evolução desta série. Quando saiu O Samaritano (o segundo desta série) disse para mim que tinha aqui a possibilidade de avaliar a consistência da série.




O certo é que gostei, gostei Carter Blake, um “lobo” solitário que aplica os conhecimentos adquiridos num passado nebuloso, que vamos desvendando pouco a pouco. Há poucos como ele a localizar pessoas que não querem ser encontradas! Adoro heróis solitários e toda a sua entrega despojada, por não ter nada a perder, em prol de um objectivo.  

A sorte ditou uma macabra descoberta: após um aluimento de terras é descoberto um corpo com um peculiar corte no pescoço. Após as investigações de Jessica Allen, uma detective com um apurado faro, esta descobre semelhanças com um outro caso antigo. Rapidamente chega à conclusão que poderão haver muitos mais casos...


A imprensa não demora a divulgar vários dos detalhes da investigação, e é nessa divulgação que Carter reconhece a assinatura do assassino... , Carter não pode virar as costas a esse facto pois reconhece algo familiar…


Desde cedo da série que percebemos que Carter enceta muitos esforços de forma a passar incógnito em todos os seus trabalhos. O que lhe dá todo um enfoque misterioso. 

Mas neste livro Carter é obrigado a expor-se e a confrontar-se com alguém que se encontra ao seu nível … e isso pode vir a revelar-se muito perigoso...


Este livro apareceu na altura certa. Precisava de um livro assim, cheio de adrenalina para quebrar dias rotineiros e cansativos. O livro foi o ponto de equilíbrio entre o conforto do cadeirão no final da noite e a urgência da acção contida no enredo.

Mason Cross é um autor que me está a intrigar, parece-me que cada livro tem uma abordagem diferente à trama, o que enriquece em muito cada um dos livros. Somos sempre surpreendidos...


Carter é uma personagem rica, que encerra em si uma solidão palpável. E ao contrário do que é usual neste tipo de heróis é bastante sociável, tem um trato fácil (apesar de por vezes não o parecer) o que cria de imediato uma empatia com o leitor. 


Jessica é uma personagem que gostaria de rever em livros posteriores. É determinada, também muito perspicaz. É colocada numa posição não muito cómoda pelo seu passado mas esse facto joga a seu favor e dá-lhe ímpeto para resolver os casos. Neste livro divide o protagonismo com Carter. Parece-me que há aqui uma predilecção do autor por personagens mais solitárias.

Este é um livro que recomendo, aliás é tão bom que não hesitei em me lançar no seu terceiro livro da série (O Fugitivo), mas sobre este vou falar no próximo post. J











Posted in , , | Leave a comment

Passatempo: O Segredo de Vesálio de Jordi Llobregat







A Editora Planeta em Parceria com o Blog Livros e Marcadores, oferece um exemplar do livro " O Segredo de Vesálio de Jordi Llobregat a um dos participantes neste passatempo.

- Só são aceites participações de Portugal válidas (respostas correctas)
- Apenas uma participação por pessoa
- São aceites participações até dia 19 de Fevereiro.

 - A editora não se responsabiliza por eventuais extravios.
- Apenas são permitidas participações de pessoas que não tenham nenhuma relação "privilegiada" com a Editora Planeta

 
Pode descobrir as respostas aqui 



Posted in , | Leave a comment

Nem Tudo Será Esquecido de Wendy Walker


 

Para mais informações consulte o site da Editorial Presença aqui.


Na pacata cidade de Fairview, no Conneticut, a vida parecia perfeita até à noite em que um acontecimento trágico chocou a comunidade. Jenny Kramer, uma adolescente com quinze anos, é brutalmente violada depois de sair de uma festa. 

Os médicos decidem administrar-lhe um fármaco usado nos casos de patologias de stress pós-traumático, eliminando as memórias do incidente. Contudo, nos meses seguintes, Jenny é surpreendida com sensações que a fragilizam psicologicamente, levando-a a tentar o suicídio.

O pai, Tom, está determinado a descobrir o culpado e fazer justiça. A mãe, Charlotte, age como se nada tivesse acontecido. Os pais de Jenny procuram a ajuda do psiquiatra, Alan Forrester. Nisto, o seu casamento é posto à prova, revelando segredos e fragilidades, bem como a teia que une toda a comunidade.


Afinal, todos têm algo que não desejam revelar e a busca pelo violador conduz a um thriller psicológico com um desfecho inesperado e perturbante.

 
Wendy Walker é advogada e vive no Conneticut. Trabalhou como analista no Goldman Sachs. Nem Tudo Será Esquecido é o seu terceiro livro, bestseller nos Estados Unidos da América, na Alemanha e em França, tendo os direitos sido vendidos para cerca de 20 países. A Warner Bros. adquiriu recentemente os direitos cinematográficos.

Posted in , | Leave a comment

O Segredo de Vesálio de Jordi Llobregat


««Em mais de 600 páginas, Jordi Llobregat, em O Segredo de Vesálio, o seu primeiro romance, assina um romance magistral: quer se trate de intriga ou de estilo, todos os elementos estão reunidos de forma a fazer deste texto uma obra-prima.» Psych3 des Livres, França

Em Espanha e Holanda foi escolhido como Melhor Livro de 2015


Barcelona 1888: várias raparigas aparecem mortas… nada é o que parece e ninguém está a salvo do passado.

Segredos, traições e paixões proibidas na Barcelona fascinante do fim do século XIX. Absorvente do princípio ao fim!


Barcelona, Maio de 1888.

A poucos dias de se inaugurar a primeira Exposição Universal do país, aparecem os corpos horrivelmente mutilados de várias raparigas. As feridas lembram uma antiga maldição da cidade há muito esquecida.

Daniel Amat, jovem professor residente em Oxford, recebe a notícia que o pai morreu em estranhas circunstâncias, o que o obriga a voltar a Barcelona após anos de ausência. A partir desse momento, ver-se-á arrastado na perseguição de um assassino desapiedado enquanto enfrenta as consequências do passado.

Bernat Fleixa, jornalista do Correo de Barcelona, cujo único interesse é conseguir uma notícia que o torne famoso, e Pau Gilbert, um enigmático estudante de medicina, juntam-se a Amat na busca de um antigo manuscrito anatómico que pode mudar a história do conhecimento e que também é o principal objectivo do misterioso assassino.


 
Jordi Llobregat, nasceu em Valência, em 1971, e é um apaixonado da história e da evolução das cidades. Há vários anos mantém um vínculo especial com Barcelona, cidade da sua família materna.

Actualmente concilia a escrita com o trabalho à frente de uma empresa dedicada à realização de projectos de competitividade territorial e desenvolvimento local.

É co-criador do festival de romance Valência Negra. Participou em várias antologias e pertence ao grupo literário El Cuaderno Rojo.

http://www.planeta.pt/

Posted in , , | Leave a comment